Preparação física para o Caminho de Santiago

Vamos lá ser realistas, o Caminho de Santiago já é por si só difícil; segundo alguns o 2º dia é o pior, com uma subida “em forma de parede” em que temos que carregar a bicicleta às costas/empurrar. Outros dizem que os últimos 15 quilómetros até Santiago são realmente os piores, mas a realidade é que independentemente das dificuldades de um ou outro dia, tenho que melhorar a minha condição física. Ora vejamos:

Faço uma média de 40/45km por dia e treino 2 vezes por semana (quinta e domingo), agora o objectivo é passar a treinar 3 vezes por semana (terça, quinta e domingo). Ontem fizemos 38km e hoje sinto-me cansado mas motivado, por isso tenho que treinar o corpo para que este não se adapte aos 2/3 dias de descanso entre treinos.

Uma das preocupações são as cãibras que segundo o atleta Vítor Gamito no seu site pessoal acontecem geralmente pelos seguintes motivos:

1- Pouco treino na intensidade e/ou duração em que é feita a prova;
2- Ingestão de poucos líquidos antes/durante a prova;
3- Níveis baixos de algum mineral: sobretudo magnésio ou sódio;
4- Ingestão exagerada de algum diurético ou cafeína (em forma de café ou produtos energéticos que a contenham).

O aumento da intensidade dos treinos vem ajudar no ponto 1, o resto é só ter algum cuidado com o que consumo durante a viagem.

Deixo aqui link para o meu perfil na aplicação com que faço o registo dos treinos. RunKeeper de José Silva.

Bom fim de semana.🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s